Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

domingo, 23 de maio de 2010

um breve exemplo de texto ficcional

- I cant take my eyes of you.
-from now on, I am your eyes.
Uma porta de ônibus se abre. Paro e, por algo não mais importante que uma questão de hábito, levanto o olhar àquele automóvel notavelmente comprido. E foi o que bastou. Um mero gesto habitual, descuidado, desinteressado e uma vida inteira desgraçava-se maravilhosamente naquele instante. Bastou o meu olhar desatento. Bastou o seu andar absurdo. O gesto incomparável. Bastou a presença que já não podia ignorar.
Foram segundos somente, um descer de escadas. Um atravessar de rua. Um encontro de olhar. Sim, o encontro de olhar. Dois pares de olhos muito mais antigos que os corpos que os carregavam. Encontraram-se e souberam que já se conheciam. Encontraram-se e realizaram que já sabiam do encontro. Encontraram-se e sabiam que já não era a primeira vez. Havíam apenas esquecido. Parei. Paramos. Olhei. Olhamo-nos. Reconhecemo-nos, sem saber disso. Atribuímos a sensação de dèja-vu à mera atração, como fazem todos os amantes.
A certeza veio. Já inoperante era eu . Todos os meus sentidos, eu percebi, canalizaram-se para a percepção da pessoa à minha frente. Nunca mais eu serei capaz de tirar os olhos de você. E eu soube. Soube que o fatídico dia, que chega para todos me havia atingido. Sempre desacreditado por mim, sempre irreal. Agora me acontecia. A certeza daquele momento foi absoluta. O sem-palavras do meu vocabulário foi imbatível. Eu não tive a menor chance. Derrubamos a mim, o grande rei de mim mesmo. Nunca mais meu próprio senhor. Derrubamos e acabou. Começou o para sempre. Outra vez.

12 comentários:

José Samuel de Melo Neto disse...

Como ontem eu falei, quando me mostraste o texto, é lindo e verdadeiro.
Escrito por alguém que sabe exatamente como é se apaixonar.
;D

Lucas disse...

por conta de paixões que já tive no passado né? ;D

Thalita disse...

esse texto é realmente de um verdadeiro apaixonado, que demostra sutilmente e diretamente o que senti por tal pessoa, se essa tal ler esse texto saberá que tuas palavras são equivalentes a tua pessoa :D muito bom o texto, so que saber depois de quem se trata :P

Thalita Lobato

Lucas disse...

nota do autor : vide título do texto, thalita!

Klebson disse...

Gostei... Vc escreve bem

Lucas Jansen disse...

Humm..interessante...Abraço

Thaynara Gomes disse...

Que liiindo!!
Exemplo de texto ficcional,né?Sei..parece bem real.Até mesmo pelo trecho "soube que o fatídico dia, que chega para todos me havia chegado" deduzi que você tivesse chegado ao fim de sua fase "não namoro", mas aí lembrei:um breve exemplo de texto ficcional...haha.O último parágrafo é lindo, sincero e romântico..tomara que esse dia tbm chegue pra mim!=)

João Victor disse...

Acho que já virou até clichê dizer que o Dr. Lucas Moraes escreve muito bem, mas é importante que reiteremos certos elogios.
Mais um ótimo texto de inteligência tocante. Trata com muita habilidade das questoes sentimentais. Enfim, meu amigo é gênio.

;)

Amanda Arrais disse...

Nem preciso dizer que adoro teus textos intimistas, né? Se precisar, adoro! Quanto à foto, sem comentários. Totalmente adequada, Closer e os melhores e mais realistas amores do universo. O sentimento descrito é a típica sensação que todo mundo vai sentir um dia e que tu soubeste perfeitamente como descrever.

O Bar da Poesia disse...

Lindo texto, Lucas !!! Conseguiu descrever algo que realmente acontece.

:)

Thiago_Fiago disse...

Lucas,

Parabéns. Escreves muito bem, és talentoso.

Cá entre nós: "O poeta é um fingidor. Finge tão completamente. Que chega a fingir que é dor. A dor que deveras sente." (FP)

=)

Ellen disse...

Haha, ficção pra uns, realidade para outros. O que tu relatas ai me ocorreu há uns 7 meses atrás [ tu sabes bem ].É bom, tem suas vantagens e desvantagens. Ainda sim é maravilhoso se apaixonar e lendo esse texto sublime, as coisas parecem ser tão mais fáceis e o percurso parece sempre ser lindo.Enfim, nem sempre né?Adorei, assim como adoro qualquer coisa que tu escreves, meu amigo lindo.